Comunicado – procedimento concursal 2018

No contexto do procedimento concursal 2018, para a contratação de um doutorado(a) ao abrigo do artigo 19º do Decreto-Lei nº 57/2016, de 29 de agosto, alterado pela lei nº 57/2017, de 19 de julho, e ao abrigo do contrato-programa entre a FCT-Fundação para a Ciência e a Tecnologia, I.P. e a COFAC – Cooperativa de Animação e Formação Cultural crl, pelas 14:00 do dia 12 do mês de dezembro do ano de dois mil e dezoito reuniu, na Sala G 2.2 da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, o Júri nomeado para apreciação das candidaturas para a contratação de investigador auxiliar doutorado,correspondente ao nível 38 da Tabela Remuneratória Única, do(s) seguinte(s) candidato(s):

Maria Rita Pais Ramos Abreu de Almeida;

Carlos Jorge de Almeida Gonçalves.


Nos termos do estabelecido pelo art.º 13º do Decreto-Lei nº 57/2016, de 29 de Agosto, o júri foi constituído por:

(i) Presidente – Maria da Conceição Ferreira Soeiro, Diretora da COFAC, por delegação de Manuel José Damásio, Diretor-Executivo do ILIND;

(ii) Vogal – Mário Júlio Teixeira Krüger – Diretor do LEAU;

(iii) Vogal – Pedro Carlos Bobone Ressano Garcia – Diretor do Departamento de Arquitetura e Urbanismo;

(iv) Vogal – Pedro Filipe Coutinho Cabral D’Oliveira Quaresma – Vice-Diretor do LEAU.

O Júri deliberou, de acordo com o Edital do Concurso, na primeira fase de seleção avaliar, numa escala de 0 a 100, o conjunto de elementos que se discriminam:

a. O percurso científico do candidato, atribuindo-se particular relevância aos trabalhos científicos executados ou publicados em áreas relacionadas com o plano de trabalhos objeto do concurso (até 35% da avaliação desta fase);

b. O percurso profissional do candidato, com especial relevo para atividades desenvolvidas em áreas conexas com o plano de trabalho objeto do concurso (até 50% da avaliação desta fase);

c. Carta de apresentação nas línguas portuguesa ou inglesa (até 15% da avaliação desta fase).


Apresentaram-se para concurso os seguintes candidatos: Maria Rita Pais Ramos Abreu de Almeida e Carlos Jorge de Almeida Gonçalves tendo-se verificado que a primeira candidata tinha um Doutoramento na área de Arquitetura concluído em 2012 e o segundo na área de Geografia – Planeamento Regional e Urbano, concluído em 2012. Assim, as avaliações foram as seguintes:

a) Percurso Científico do Candidato (35)

1. Maria Rita Pais Ramos Abreu de Almeida: Classificação – 32.

2. Carlos Jorge de Almeida Gonçalves: Classificação – 28.

b) Percurso Profissional do Candidato (50)

Maria Rita Pais Ramos Abreu de Almeida: Classificação – 38.

Carlos Jorge de Almeida Gonçalves: Classificação – 36.

c) Carta de Apresentação (15)

1. Maria Rita Pais Ramos Abreu de Almeida: Classificação – 9.

Carlos Jorge de Almeida Gonçalves: Classificação – 3.

Como resultado, a candidata Maria Rita Pais Ramos Abreu de Almeida foi avaliada com 79 pontos e Carlos Jorge de Almeida Gonçalves com 67 pontos,

numa escala de 0 a 100, tendo sido ambos selecionados e convocados para uma entrevista, na sequência da reunião do Júri.

De acordo com artigo 6 do referido Edital a avaliação final de cada candidato resulta da média aritmética dos resultados obtidos nos pontos anteriores, isto é, do

“Percurso Científico + Percurso Profissional + Carta de Apresentação” face à classificação obtida na Entrevista, de que resulta a classificação final:

Maria Rita Pais Ramos Abreu 74,5 pontos;

Carlos Jorge de Almeida Gonçalves sem classificação por ausência na entrevista.

Em síntese, a ordenação final dos candidatos aprovados neste Concurso é a seguinte:

1º Lugar Maria Rita Pais Ramos Abreu,

Não havendo mais nada a tratar o Júri deu por encerrados os trabalhos de seleção e ordenamento dos candidatos.

Prof. Doutor Mário Júlio Teixeira Krüger

Diretor do LEAU