JBC

PROJECT TITLE ?
RESEARCH LINE

Theory, History and Heritage of architecture

Planning, Territory and Society

Instruments of Aid to Design and Construction                           

RESUME The relations between Architecture and Literary Expressions, as cultural and artistic, are convoluted, and take parts on peculiarities that do not shrink themselves to the level of mere exercises of art translation nor lexical transduction, under which we were to find, on one hand vivid and celebratory descriptions of spaces, places, landscapes and monuments; and on the other, the typified use of geometrical metaphors and spatial catacresis, that only mean perhaps a sort of semantic usurpation (Certeau, 1997: 159). Those relations need instead to be fathom according to conceptual approaches which should be theoretically and doctrin refined. Only one thought informed the onset in cultural scapes can sustain such a goal, in order to build critical devices to renew and enrich the discourse on those phenomena of culture. Circumscribed to the universe of the Portuguese architectural production and the literary panorama of 20th Century’s second half, this research project, invested with a philological and hereditary nexus, intends to retrieve, via a documental collection, the gathering of testimonies, the reading and textual interpretation, and still the respective theoretical-philosophical context, the legacy of Manuel Rio-Carvalho (1928-1994), a remarkable scholar of art and architecture, but also as someone engaged in cultural critique and an admirable cultural thinker, within the field Inter-Art Studies.
State of the Art and objectives Dentro da investigação a empreender, que versará sobre o panorama da Literatura Portuguesa num horizonte temporal mais recente, o da segunda metade do século XX — o que comportará um olhar mais próximo sobre temáticas e processos a certo título clássicos —, podem, de antemão, apontar-se estações obrigatórias, ou casos exemplares, como alguma da produção poética de Sophia (sobretudo, no Livro Sexto [1962] o poema em prosa ‘Caminho da Manhã’), de Jorge de Sena (no livro Metamorfoses [1963]; Cf. Cunha, João Borges da, Lourenço, Jorge Fazenda [2011]), bem como no Herberto Hélder do “…Falemos de casas” em A Colher na Boca [1961]; e no lado da novelística, os casos de Carlos Oliveira (com o território da Gândara nos vários romances que culminam em Finisterra: Finisterra: paisagem e povoamento [1978], de Vergílio Ferreira (com a representação da arquitectura eborense no romance Aparição [1959]), e de Agustina Bessa-Luís (com a invocação do solarengo duriense, por exemplo, em Vale Abraão [1991]).
 Methodology

 — Mapear e recentrar o debate sobre as relações entre Arquitectura e Literatura, enquanto expressões culturais e artísticas que se intersectam no contexto das diferentes tradições discursivas.— Recuperar, com espírito de restituição filológica e sentido documental, a obra e o pensamento de Manuel Rio-Carvalho (1928-1994), na qualidade de estudioso das artes e da arquitectura, e ainda de crítico cultural e pensador da cultura.

— Compor, sobre o autor em questão, um retrato de pensamento, ao jeito de uma biografia intelectual, destacando a dimensão de pioneiro em Portugal das abordagens inter-artes que se revelem alternativas, e corram em paralelo, ao figurino e aos protocolos das ciências históricas e da historiografia das artes.

— Aplicar e replicar, em sede de análise ensaística, e sobre obras e casos que se mostrem exemplares dentro da Arquitectura e da Literatura Portuguesas da segunda metade do século XX, o legado ‘doutrinário’ de Manuel Rio-Carvalho.

Problematic and project development

 

— Recolha documental e transcrição do material publicado, ou editado, em volumes, tomos, in-folios, catálogos, prospectos, panfletos, periódicos (imprensa escrita e outra), comunicações orais, outros registos, etc., eventualmente com acesso e consulta a espólio pessoal e familiar [formalização em aberto].

— Compilação de testemunhos e depoimentos de terceiros que tenham contactado com o autor, com maior ou menor proximidade (formalização a definir).

— Redacção de monografia com o carácter de ‘retrato de um pensamento/ modo de pensar’ – ao jeito de uma biografia intelectual –, em que se exponham as ideias, os métodos, as práticas, e ainda as afinidades ideológicas e doutrinais, as ortodoxias e as heterodoxias, as filiações teóricas e estéticas, o universo artístico do autor [volume escrito, 300-400 mil caracteres].

— Produção de ensaios críticos, de contextualização teórica e cultural de outras obras e outros autores na produção da Arquitectura e da Literatura Portuguesas da segunda metade do século XX, recorrendo ao legado teórico, literário e doutrinal de Manuel Rio-Carvalho [3-4 artigos científicos].

Evaluation and diffusion data
COORDINATOR João Borges da Cunha
TEAM (at LEAU)
TEAM (external to LEAU)
PARTNERS
FUNDING (entities) FCT
RESULTS (achieved or expected) Publications
PROJECT BEGINNING (expected date)  Set 2018
PROJECT CONCLUSION (expected date)  Set 2020